sexta-feira, maio 02, 2008

it's like a wave


Solto as amarras e o barco de casco fino penetra as entranhas do oceano
Numa onda de marés vou ao convés e vejo longe o quotidiano,
Hoje vai ser diferente,
Hoje não irei cá estar,
Sigo rumo ao desconhecido nas ondas do mar,
Olho as estrelas procurando uma direção,
A lua parece maior e amiga em toda esta solidão,
Hoje libertarei,
Hoje vou conquistar,
Os remos ferem as águas e arrastam-me para lá daqui,
Os salpicos confundem-se com as lágrimas que choro por ti,
Hoje sigo viagem,
Hoje sigo para outra margem,
Ao longe o canto das sereias avisa-me de tempestade,
Apregoam cuidado e remo com maior celeridade,
Hoje mato a saudade,
Viajo em busca da verdade,
Por entre as nuvens vejo um rasgo de luz divinal,
Como se Deus ao longe me mostrasse um sinal,
Hoje não sou igual,
Hoje não estou cansado,
As mãos feridas de tanta dedicação e o rosto queimado do sol,
Vou para longe e ao longe pareço avistar um areal,
Hoje chegarei,
Hoje vou conseguir,
O barco escangalhado ainda segue o seu caminho,
Os remos danificados deixam-me a braços sozinho,
Hoje lanço a âncora,
Será hoje a minha chegada,
Deixo junto á margem um resto de madeira atracada,
Caio de joelhos na praia e oiço-te dizer como uma fada:
“Bem-vindo marinheiro,
A tua vinda era esperada.”



Achei lindo, e Parabéns pra Stefaniiiiiiii, muitas felicidades, muito dinheiro, muito sucesso, tudo de bom pra você!
Boa Noite.

Um comentário:

  1. Ai credo, eu vi a foto da Francis. Que demo! haha

    Ah e OBRIGADO CAROOOOOOOL! :D
    Você estava tão animada hoje e nos contagiou com sua euforia.
    haiehsauihsea

    Beijos;

    ResponderExcluir